Mostrando postagens com marcador Cover. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Cover. Mostrar todas as postagens

24 de out de 2015

Download now: Stryper - Fallen (lançamento 2015; o mais esperado)


O novo álbum do Stryper está fenomenal! E você pode comprá-lo através do site www.awo-mkt.com.br/stryper e garantir essa obra prima.
 

TRACK LIST:
01 - YAHWEH
02 - FALLEN
03 - PRIDE
04 - BIG SCREEN LIES
05 - HEAVEN
06 - LOVE YOU LIKE I DO
07 - ALL OVER AGAIN
08 - AFTER FOREVER
09 - TILL I GET WHAT I NEED
10 - LET THERE BE LIGHT
11 - THE CALLING
12 - KING OF KINGS
13 - ALL OVER AGAIN (ACOUSTIC VERSION) 

DOWNLOAD

Fonte: Christian Downloads
Compartilhar este post?

6 de ago de 2014

Stryper: "A Tribute To Stryper" tributo gravado por músicos brasileiros


"Um grupo de amigos que decidiram se reunir para homenagear o STRYPER"

Esta é a descrição dos vídeos de 7 grandes clássicos do STRYPER, gravados por Nenel Lucena (guitarra), Eliah Oliver (vocal), Israel Lira (baixo), Leonardo Valandro (bateria) e Claus Scot (teclado) que fizeram estas versões para homenagear uma das maiores bandas Cristãs de todos os tempos através deste tributo intitulado "A TRIBUTE TO STRYPER".

Em um outro vídeo há uma entrevista com os músicos, que explicam com clareza a intensão deste projeto.



Links dos vídeos:



Compartilhar este post?

3 de mai de 2013

Slayer: morre guitarrista e fundador Jeff Hanneman

Na foto, Jeff Hanneman é o terceiro da esquerda para a direita
O grupo de thrash metal californiano Slayer anunciou na tarde desta quinta-feira, em sua página no Facebook, a morte de seu guitarrista e fundador Jeff Hanneman, que completou 49 anos no dia 31 de janeiro. Hanneman não se apresentava com o Slayer desde o início de 2011, quando sofreu uma fasciite necrosante em um dos braços, supostamente devido auma picada de aranha. Falava-se inclusive que ele poderia não voltar a tocar. Nos shows da banda nos últimos dois anos, o guitarrista foi substituído por Gary Holt, do Exodus, e por Pat O'Brian, do Cannibal Corpse. Segundo o breve comunicado da banda, uma insuficiência hepática causou a morte de Hanneman.

Nascido em Oakland, na Califórnia, o guitarrista fundou a banda, uma das mais importantes do gênero, no início da década de 1980, com o também guitarrista Kerry King, recrutando depois o baixista e cantor Tom Araya e o baterista Dave Lombardo. Ao lado de grupos como o Metallica e o Anthrax, o grupo criou um subgênero do heavy metal, levando a agressividade e o peso de bandas como Judas Priest e Iron Maiden ao extremo, fundindo-a a influências do punk rock e do hardcore.
Em três décadas de carreira, o Slayer lançou discos definitivos para o gênero, como "Reign in blood", de 1986, "Seasons in the abyss", de 1990, e "Diabolus in musica", de 1998. Desde que começou a ter problemas de saúde, Hanneman se afastou dos outros integrantes do Slayer, que já tinham comentado que sua saída poderia ser definitiva.

A banda tem show marcado para o dia 22 de setembro no Palco Mundo do Rock in Rio, ao lado de Iron Maiden, Avenged Sevenfold e Kiara Rocks. Além de Hanneman, é provável que o Slayer, se confirmar sua participação no festival, se apresente sem o baterista Lombrado, que, devido a um desentendimento relacionado às finanças da banda, tem sido substituído por Jon Dette.

O comunicado da banda no Facebook diz:

"O Slayer, desolado, informa que seu irmão e companheiro de banda Jeff Hanneman faleceu por volta das 11h da manhã de hoje, perto de sua casa, no Sul da Califórnia. Hanneman estava em um hospital da região quando sucumbiu à falência hepática. Ele deixa sua mulher, Kathy, sua irmã, Kathy e seus irmãos Michael e Larry, e sua falta será duramente sentida".

Fonte: O Globo 
Compartilhar este post?

30 de abr de 2013

Demon Hunter: banda fez cover do Sepultura em show de São Paulo, confira no vídeo...


Mais uma banda gringa, ao chegar ao Brasil, homenageia o pai do metal brasileiro.

Primeiro a lendária banda de UnBlack Metal, Antestor, homenageou o Sepultura tocando a música "Territory".

Agora foi a vez do Demon Hunter homenagear o pai do metal tupiniquim. A banda tocou a clássica música "Roots Bloody Roots" no show realizado em São Paulo.

Confira no vídeo abaixo:





Fonte: RockNChrist blog
Compartilhar este post?

Stryper: Michael Sweet anuncia nome da nova música e diz que regravará faixas. “Third Coming?


 Em postagem nas redes sociais, Michael Sweet anunciou o título de uma nova música do Stryper: “No More Hell To Pay”. Também confirmou que a banda regravará faixas de In God We Trust e Against The Law em um futuro próximo. “Third Coming? Podem contar com isso”, disse o frontman. 
 
 
Fonte: RockNChrist blog
Compartilhar este post?

30 de jun de 2012

Tourniquet: novo álbum após quase 10 anos. Conheça a polêmica capa de “Antiseptic Bloodbath”


Já fazem cerca de 10 anos desde o lançamento de “Where Moth and Rust Destroy” o último álbum da banda de metal Tourniquet. Depois desse longo tempo foi anunciado para este ano o lançamento do novo álbum “Antiseptic Bloodbath”.
A banda foi fundada pelo baterista Ted Kirkpatrick que além dele em sua atual formação conta com Luke Easter no vocal e Aaron Guerra na guitarra. O primeiro álbum “Stop the Bleeding” foi gravado em 1990 e foi um sucesso de crítica recebendo indicações para o Dove Awars pelo vídeo da música “Ark of Suffering” que mostra a realidade do sofrimento dos animais em laboratório.
O estilo da banda Tourniquet é difícil de classificar pois vai de trash metal, speed metal, metal progressivo, heavy metal, hard rock, hardcore e a influência da música clássica. Mas a banda também possui músicas que remetem ao pop rock como “If I Was There” que fala das últimas horas de Cristo e o que faríamos se estivessemos lá.
O novo CD foi anunciado por Ted Kirkpatrick em seu Facebook que divulgou a capa do novo trabalho que assim como de seus trabalhos anteriores chama atenção pelas imagens impactantes:

Confira abaixo o que o baterista falou sobre o conceito do novo álbum do Tourniquet:

“O título ANTISEPTIC BLOODBATH (Banho de Sangue Antiséptico), fala da maneira que a nossa sociedade tende a higienizar a brutalidade. Podemos ter a nossa fé cristã maquiada, e continuarmos sem fé no entanto, contudo não levarmos em consideração o doloroso preço de sangue que foi pago pos nós. Usamos animais como nossa comida, lucro e diversão, e preferimos não saber como foi o sofrimento, muitas veses um sofrimento sistematico que está infligido neles por uma humanidade insensível e gananciosa. ‘Não pertube a minha zona de conforto, me deixe só. Isto é muito brutal’. Mas a grande novidade é que podemos decidir. Esse álbum nos encoraja a fazermos boas e humanas escolhas em nossas vidas que refletem essa imagem.”

Além disso o baterista divulgou o nome de guitarristas que participarão do novo CD incluindo Marty Friedman do Megadeth:

 


Fonte: Gospel+
Compartilhar este post?

15 de jun de 2012

Dominic Balli: show na Bola de Neve, resulta em 180 conversões


Evento na igreja Bola de Neve reúne em torno de 4 mil pessoas. O show foi do cantor Dominic Balli, que tocou as músicas mais conhecidas dos dois CD’s.
Entre as músicas da apresentação estavam uma música de balada, “Dynamite do Taio Cruz” e “One”, do U2.
O show teve duração de 80 minutos e a banda de abertura foi Reobote Zione. 180 pessoas converteram-se ao evangelho durante o evento.

Confira fotos do evento:


Fonte: Gospel+
Compartilhar este post?

17 de mai de 2012

Megadeth: "O sucesso da banda é abençoado por Deus!"

O Pastor Matt da The Point recentemente conduziu uma entrevista com o baixista do MEGADETH  David Ellefson. Você pode assistir um trecho no vídeo abaixo (que irá ao ar na íntegra no domingo do dia 20 de maio).



No último outono, Ellefson tornou-se um dos 100 estudantes a distância do Seminário Concordia. As aulas incluem "Distinções Luteranas", "Pregação I & II", "Introdução ao Culto" e "Escrituras e Fé".
Falando com Michael Gryboski, do Christian Post, o baixista conta sobre a decisão de se tornar um pastor Luterano.
"Eu terminei a educação superior há poucos anos e faço muitos trabalhos dentro da igreja quando não estou na estrada também. Eu faço apenas pela minha paixão por isto. Então quando o programa de seminário me foi oferecido pelo meu pastor eu pensei que poderia ser uma ótima oportunidade para tocar música e continuar crescendo na minha fé e oportunidades futuras de servir a Deus".
Quando perguntado se via algum conflito entre ser baixista de uma clássica banda de metal e um critsão, Ellefson respondeu:
"Algumas pessoas na igreja podem enxergar um problema comigo tocando música 'mainstream', mas esta foi a vida que me foi dada e meus talentos musicais também são dons de Deus. Se analisar, a formação e o sucesso do MEGADETH é abençoado por Deus".


Fonte: Whiplash
Compartilhar este post?

3 de abr de 2012

Rodolfo Abrantes: participação em CD da banda Strike


A banda Strike convidou Rodolfo Abrantes para uma participação especial em seu novo CD.
O convite partiu após a banda assistir a participação de Rodolfo no programa Rock Estrada da Multishow.

O vocalista da banda Strike, Marcelo Mancini declarou através do twitter:

"Sou muito fã do Rodolfo, foi uma grande honra ter escrito esse som com ele, essa música traz uma mensagem ampla e positiva p nossa juventude. Hoje vai rolar um encontro muito especial pra nós do Strike, vamos receber a visita do Rodolfo Abrantes no estúdio pra gravarmos juntos… Hoje foi um dia muito especial pra todos nós, o querido e talentoso Rodolfo Abrantes cantou em uma música do disco novo e ficou animal!!!!"
 
Rodolfo também utilizou a rede social para falar sobre a gravação e disse que foi um prazer estar ao lado da banda, além disso incentivou eles a fazerem a diferença nessa geração pois “a verdade que confronta é a mesma que liberta”.

Fonte: Gospel+
Compartilhar este post?

28 de mar de 2012

Banda Exodos: os criadores de "Para Nossa Alegria"

Quando vi Para Nossa Alegria pela primeira vez, não pude deixar de lembrar da minha vizinha e suas cantorias. Pra quem não mora no planeta Terra, este é um vídeo em que uma família "tenta" cantar uma canção evangélica e que se tornou viral em poucas horas, já passando, hoje, dos 11 milhões de acessos.



O curioso é que a música que eles cantam, Galhos Secos, pertence à primeira banda de rock evangélico do Brasil, chamada ÊXODOS (quase homônima dos feras do thrash americano), que existiu de 1970 a 1977.

O vídeo para Galhos Secos (de verdade) pode ser conferido aqui:



Eles fizeram um rock calminho, parecido com o que se fazia no Brasil naquela época, como os PHOLHAS, surpreendendo de vez em quando com alguns belos solos ou arranjos com potencial, mas nada extremamente virtuoso. Infelizmente, "foram convidados" a se retirar de cena e atenderam ao exdrúxulo pedido. Pelo menos lançaram um CD resgatando seu material em 2007, o que evitou que caissem completamente no esquecimento. Quem sabe, se tivessem continuado, hoje seriam bons expoentes do Rock Cristão ou até mesmo do White Metal, como Catedral (que inclusive regravou Galhos Secos), OFICINA G3 e os gringos do STRYPER.

Quem gosta de conhecer algo novo (mesmo que seja algo novo dos anos 70 - eu, eu, eu!!!) ou curte rock cristão, pode encontrar mais informações sobre a banda aqui:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Banda_%C3%8Axodos
http://www.bandaexodos.com

Algumas músicas podem ser ouvidas no link a seguir:
Compartilhar este post?

27 de mar de 2012

Legião Urbana: Renato Rocha não foi o 1º nem será o último... leia o texto

O texto representa a opinião do autor.

Nunca romantizei as figuras do rock and roll. Não acho que o conceito de “sexo, drogas e rock and roll” deve ser cristalizado e por isso mantido como tradição e filosofia de vida, especialmente para quem vive (profissionalmente) de música. Faz parte da história, ninguém pode negar, mas é inegável também que as vítimas deste tripé (especialmente das drogas) são centenas e deixam milhões de pessoas órfãos da sua arte e criatividade.
Por incrível que pareça, existem pessoas que parecem possuir um fetiche doido por histórias loucas; biografias que somadas falam sobre destruições de quartos de hotéis, porrada com e no público, entrevistas interrompidas, shows vexatórios, derrame de egos. Fosse este apenas o cenário visível, ainda tem um outro: overdoses cavalares, guerras familiares, brigas judiciais, sonhos adiados e todo tipo de acontecimento que depõe contra a vida, não só do astro, mas do cara comum, que descobriu ser um deus, conquistou o planeta, perdeu os verdadeiros amigos e depois descobriu ser apenas um cara que foi além daquilo que imaginava.
Seria perder tempo tentar entender quais foram as pontas das cordas que desataram na vida de RENATO ROCHA (ex-baixista da LEGIÃO URBANA) e que o levou a ser além de ex-tudo (músico, pai de família, boa situação financeira) para ser um resto de gente, encontrado perambulando pelas ruas do Rio, com o olhar perdido, assumindo falas suas e outras vindo de algum lugar do passado.
Os personagens dessa história possuem suas retóricas, quase todas defensivas. Nem ficarei no simplismo do veredito que “foi o consumo excessivo de droga o responsável por acabar com o resto de vida de Renato”. Isso parece óbvio até para quem não sabia do músico nos últimos cinco anos.
Em primeiro lugar: agora, não adianta virem à imprensa dizerem que ‘tudo foi feito pelo Renato’. Não, tudo não foi feito, muito menos por ele. As escolhas do músico foram as principais responsáveis por sua tragédia pessoal, mas será que todas as possibilidades foram esgotadas? O pai do músico é tão sabedor da história do filho que disse que seu maior desejo é ‘comprar um imóvel e colocar alguém para cuidar dele’. Até um cara que não gosta de LEGIÃO URBANA e nem sabe quem é RENATO ROCHA, se viu a feição doente e dislexa do ex-tudo, sabe que nem a moradia será capaz de curar a doença existencial do indivíduo.
Continuando: não vejo ninguém que faz apologia a descriminalização das drogas aparecer e dizer que, uma das possibilidades de vida que o cidadão tem ao escolher suas substâncias de consumo (e perder o controle pois manter sob guarda um vício é utópico e irreal) é perder TUDO que tem inclusive as pessoas que ama. Nenhum neo-liberal atuante na defesa da causa, assume a responsabilidade de declarar que o envolvimento permissivo e íntimo com entorpecentes pode (e a possibilidade é forte) destruir o que você construiu e destruir até a esperança de voltar a projetar uma carreira profissional. Não aparece nenhum playboy pra dizer que, se não tomar cuidado, é isto que acontece.
Agora é MUITO FÁCIL apontar os dedos para o mendigo e dizer: a culpa é dele, quem mandou escolher o que não devia e essa sentença está longe de não ser verdadeira, mas estes são os mesmo que, por exemplo, massacraram RODOLFO ABRANTES ao sair dos RAIMUNDOS por querer mudar de vida, a saber, tornar-se evangélico.
O que se discute aqui não é se o RODOLFO vai pro céu e o RENATO para o inferno e sim, uma sociedade hipócrita que prefere a via-crucis da idolatria/vício/morte do que alguém que muda seu rumo a partir de um pensamento, uma epifania, uma revolução interior. O fã prefere que seu ídolo continue mantendo o perfil que o consagrou (e que pode levá-lo ao caos) do que vê-lo bem, longe dos holofotes.
Os grupos sociais já possuem o que eu chamo de RETÓRICA DA CULPA, que é o discurso pronto, lógico e explicativo, do porquê da crise, mas se inibe de negar o modelo que só faz vítimas, que arranca deuses da terra com a foice da martirização, preferindo eternizar a obra do que manter o ídolo mais tempo vivo. Ou seja: os discos estão aí, quem sentir falta, que os compre.
É a materialização do abstrato e a frieza dos fatos. Os “rockeiros” (com todas as aspas) o chamarão de fraco, apontaram os dedos para MARCELO BONFÁ e DADO VILLA-LOBOS como cúmplices de uma realidade assombrosa sob alguém que os ajudou a colocá-los na história da música popular brasileira, mas continuarão achando FODA, as histórias de orgias regadas à drogas, álcool e tudo que couber, porque nada disso lhes afeta a vida, o que eles querem são os discos prontos, as datas de turnê incluindo seu estado (e país) e as declarações polêmicas para proferirem de peito estufado: ESSE CARA É FODA.

Quanto à vida, que se dane, “eu tenho os discos”.

twitter: @dcostajunior
twitter blog: @aliterasom

Video: ex músico do Legião Urbana vive situação difícil no Rio de Janeiro

Materia exibida na Rede Record em 25/03/2012


Retirado do Whiplash
Compartilhar este post?

26 de mar de 2012

Coração de Herói: dos mesmos produtores de DDG Oficina G3...confira, download gratis


"Banda do ex-guitarrista do Korzus, banda secular muito conhecida e que tocou no último Rock'n Rio. O guitarrista e vocal chama-se Marcelo Soldado, muito conhecido no meio underground secular, participou do disco KZS do Korzus e viajou em turnê internacional com a banda, mas que agora trilha o caminho do Senhor Jesus e para lançar mão ao arado lança um disco muito bom, pesado e sem firulas, e para mostrar que não está para brincadeira, disponibilizou o álbum para download totalmente free. "
Texto: Sergio Antonelo 

"Nossa banda foi formada em JAN 2010 , e o som parceiro ... é pesado! Metal e Hardcore, lado a lado!
Ficamos nos preparando durante 2 anos para este momento .... APOCALIPSE XVIII - A Queda da Babilônia! Se possível, dê uma sacada nesta passagem bíblica, mesmo não sendo parte de sua cultura, e descobrirá uma mensagem codificada em algumas de nossas letras. Afinal, esta é uma banda de combate. Existem forças que estão se aproximando rapidamente dos tronos mundiais, das nossas casas, nossas famílias e amigos!
Quem colar na grade com a gente pode ter a certeza de que vamos querer o melhor para você e oferecer o nosso melhor , tanto em shows, quanto em discos, atenção , brodagem ... esteja onde estiver, seja como for, seja quem for ! Estamos juntos na jornada de vida , pisando no mesmo terreno hostil do mundo atual! Juntos sairemos vitoriosos! Aqui a energia é positiva !
Que nossos shows sejam grandes momentos de confraternização, onde todo mundo possa colar em paz e na adrenalina do moshpit verdadeiro, honesto, todo mundo na grade, cantando as letras, stagedives, circlepits ... o palco é de vocês ... essa banda foi feita para vocês e por vocês!
Voltem seus olhos para o esporte! É um bom primeiro passo para não cair em armadilhas da vida! Se as drogas te causam sofrimento, ouça a UNIDOS PELO SANGUE ! Aqui você jamais será julgado! Fizemos este som para aquele momento ruim e solitário de quem sofre com os vícios. Se ninguém estiver ao seu lado nesta hora .... este som estará! E se você tem algum amigo com este problema, que é sem dúvida um dos mais graves, manda este som pra ele! Pedimos por favor, de coração ! Pode ser que salve uma vida em algum lugar, algum dia !
Missão dada , parceiro ... missão cumprida !!! O disco está aí para vocês !!!
Ajudem-nos a espalhar para tudo quanto é lado !!! A força de vocês é fundamental neste momento tão importante !!!
Enquanto houver um fôlego de vida nesta banda , o sacrifício da Cruz será Honrado ... Agradecemos a Deus pela vida de cada um de vocês , e que toda glória seja Dele ..."

Coração de Herói ...

Download CD Coração de Herói "APOCALIPSE XVIII" album free download 


Baixe o album completo com encarte:

Tamanho: 346 Mb (alta qualidade)
Formato: Wave
Coração de Herói é:

Soldado - Vocal e guitar
Rafa - Bass
Tomatti - Guitar
Paulinho - Drums

Gravado em 2011 no MR Som e Studio pelos produtores Heros Trench e Marcelo Pompeu (Korzus).

Ajude o trampo dos caras, faça uma doaçao e fortaleça ainda + os guerreios!



Fonte: Holy Metal 4Christ 777
Compartilhar este post?

21 de mar de 2012

The OC Supertones: o Ska está de volta ... álbum de inéditas será lançado


Um dos maiores representantes do ska cristão mundial, a banda The OC Supertones divulgou que está trabalhando em um novo álbum de estúdio. Será o primeiro disco de inéditas após quase oito anos de hiato, desde que “Faith Of A Child” foi lançado, em 2005. Depois desse ano, com o anunciado encerramento do grupo, só houve coletâneas. Para comemorar o retorno, a banda disponibilizou para download grátis o single “On The Downbeat” através do site Noise Trade.
O novo álbum, no entanto, depende da colaboração dos fãs. A ideia é viabilizar os custos através de uma ação de crowdfunding, iniciativa de caráter colaborativo onde um grupo de pessoas se une para financiar um projeto. A banda está angariando os recursos pela plataforma Kickstarter, onde é possível participar e acompanhar o andamento da arrecadação. A meta é atingir US$ 30 mil, dos quais US$ 9,7 mil já estão garantidos.
O retorno do grupo aos palcos se deu em 2010, quando os quatro membros da formação original – Mojo, Jason, Tony e Chief – se reuniram especialmente para uma série de shows de verão. A resposta do público foi muito positiva e eles acabaram estendendo a turnê a pedido dos fãs. Uma coisa levou à outra e, no ano passado, ficou decidido a volta também aos estúdios para gravações de novas músicas.
A pretensão do Supertones é fazer um dos melhores álbuns da carreira, transmitindo diversão, emoção, energia, mudança de vida e, claro, muito ska. “Nós queremos fazer o maior álbum de ska de todos os tempos (pelo menos nós vamos tentar!). Mas, acima de tudo, queremos lançar um álbum nitidamente centrado em Cristo. A missão do Supertones é alcançar os perdidos com a esperança de Cristo e para edificar e encorajar a Igreja. E isso é exatamente o que pretendemos fazer”, comentou o líder do grupo, Matt "Mojo" Morginsky.

Fonte: blog Amplificador
Compartilhar este post?

16 de mar de 2012

Brian Head: ex-guitarrista do Korn, se apresenta no Brasil. Confira as cidades e datas


Brian Head, ex-guitarrista do Korn, se apresenta com sua banda, Love and Death, em quatro cidades brasileiras em abril. O músico se apresenta dia 12 em Curitiba, no Music Hall; 13 em João Pessoa, no Centro de Convenções Cidade Viva; dia 14 em São Paulo, no Upper Club; e 15 em Vila Velhas (ES), no Barra Acústico. Na capital paulistana, ele se apresenta com Rodolpho Abrantes, ex-Raimundos.
O guitarrista e, agora, vocalista largou o Korn em 2005 para se converter ao cristianismo. Na época ele assumiu que tinha problemas com álcool, anfetaminas e tranquilizantes, além de ter uma filha pequena.
Logo após sua saída da banda, Brian seguiu com sua carreira solo e com projetos de caridade, fazendo trabalhos na Índia. Em 2007, Briand Head lançou seu primeiro disco Into The Light: The Testimony, seguido porSave Me From Myself. Neste ano, já como Love and Death, ele lançou EP Paralized e no próxima dia 24 de abril lança o terceiro disco, Chemicals.

“Muitas pessoas têm confundido as minhas datas de palestras e as datas de nossa banda, pois ambos foram agendados como Brian Head Welch”, explica. “Eu queria seguir com um nome de banda para marcar a minha música por mais alguns anos”, explicou o guitarrista sobre a escolha de seguir como uma banda."

Serviço:

Curitiba – Music Hall

Data: 12 de abril, às 19h
Endereço: rua Engenheiro Rebouças, 1645 – Rebouças
Ingressos: 1° lote R$ 50 inteira 2° lote R$ 80 Camarote R$ 150

João Pessoa – Centro de Convenções Cidade Viva

Data: 13 de abril, às 19h
Endereço: rua Luzia Simões Bartolini, 100 – Aeroclube
Ingressos: 1° lote R$ 50,00 inteira 2° lote R$ 70,00

São Paulo – Upper Music

Data: 14 de abril, às 18h
Endereço: rua Carmo do Rio Verde, 83 – Chácara Sto. Antônio
Ingressos: 1° lote 80,00 inteira 2° lote 100,00 meia

Vitória – Barra Acústico

Data: 15 de abril, às 16h
Endereço: rua Carmo do Rio Verde, 83 – Chácara Sto. Antônio
Ingressos: 1° lote R$ 30,00 inteira 2° lote R$ 50,00


Fonte: Gospel+
Compartilhar este post?

Rodolfo Abrantes: após encontro, Digão, vocal dos Raimundos, afirma que Rodolfo “não sabe o que é amor”


O cantor Rodolfo Abrantes, ex-vocalista da banda Raimundos, publicou em seu Twitter uma imagem de um encontro casual no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com seus ex-parceiros de banda, Canisso e Digão.
Na publicação em seu perfil, Rodolfo foi econômico nas palavras, mas bem objetivo: “Velhos amigos, novos tempos. Que Deus os abençoe”.
Porém a repercussão da foto não foi tão amigável da parte de Digão, atual vocalista da banda. Segundo a revista Rolling Stone, em sua página no Facebook, Digão afirmou que não tinha nada de bom para contar: “[No aeroporto] ele me abraçou e disse: ‘Eu te amo cara, não escuta o que os outros falam, escuta de mim’. Já que ele postou a foto com esse dizeres, eu digo o que senti por aqui. Quando ele disse que me amava, preferi não dizer nada na hora, não achei oportuno e quando não se tem algo bom a dizer é melhor ficar calado”, afirmou.
Enfático, Digão afirmou que Rodolfo não conhece o amor e que sua opinião sobre o ex-parceiro de banda continua a mesma: “O que penso a respeito não mudou. Rodolfo não sabe o que é amor. Amor não se mede em palavras, se mede nas atitudes! Usar a palavra de Deus contra o que até hoje engorda a sua renda (o Raimundos, que é o único motivo que lhe dá certa moral dentro de sua religião), seria o mesmo que se um jogador, num mesmo jogo, fizesse gol para os dois times. Eu o perdoo, são novos tempos. Mas, por suas atitudes, não somos velhos amigos”.
Em diversas oportunidades Rodolfo, que tem investido na carreira solo, afirmou que não retornaria à antiga banda, em nenhuma hipótese.

Fonte: Gospel+
Compartilhar este post?

14 de mar de 2012

PG: finalização do seu novo DVD “Imagem e Semelhança”


PG está finalizando o seu novo DVD “Imagem e Semelhança” ele esteve na gravadora MK Music conferindo a produção. O cantor fez questão de participar da criação deste novo projeto. “Fazer um projeto como este é realmente um grande trabalho, mas analisar cada detalhe de um sonho foi muito gratificante”, contou PG. Ao ouvir a música que faz parte do DVD Imagem e Semelhança, “Formoso És”, PG não conteve a emoção e lágrimas. ” Fui tocado por Deus quando estava ouvindo esta canção. Senti Suas mãos sobre mim naquele momento”, relembrou.
O novo DVD promete vir com uma grande produção e um visual moderno e com muita tecnologia. Mas segundo o cantor o maior objetivo deste DVD é ser “profético na vida de todos.” e representar Deus “de maneira única”.

Fonte: Gospel+
Compartilhar este post?

13 de mar de 2012

Download now: Impending Doom - Baptized in Filth (Lançamento 2012)


Brook Reeves: Vocals
David Sittig: Bass
Cory Johnson: Guitars
Brandon Trahan: Drums

Faixas: 

01. Murderer (4:22)
02. For The Wicked (3:34)
03. Chaos: Reborn (3:55)
04. Deceiver (3:36)
05. Falling Away (3:42)
06. Absolute Horror (1:57)
07. Angry Letters To God (3:12)
08. Baptized In Filth (2:28)
09. My Light Unseen (3:42)
10. Death, Ascension. Resurrection (4:11)


Fonte: Holy Metal 4Christ 777
Creditos: Metal Cristiano
Compartilhar este post?

12 de mar de 2012

Stryper: resenha do Monsters of Rock Cruise 2012


O STRYPER deve alguns problemas de itinerário para estar a bordo do Monsters of Rock Cruise, já que os integrantes da banda só iriam ingressar no navio em Key West. Por esse pequeno problema a banda, que havia sido escalada inicialmente para dois shows a bordo, fez somente uma única apresentação no 3º e último dia do evento.
Mas podemos dizer que valeu a pena a espera e a banda compensou arduamente os fãs.
O set list contemplou toda a carreira da banda e técnica de cada um dos músicos no palco é realmente de impressionar.

  
Michael Sweet durante as pausas presenteava a plateia com dezenas de exemplares bíblicos com a capa personalizada da banda.
No repertório a banda inclui também algumas músicas do seu último trabalho que contem apenas versão de grandes clássicos do rock, e dessa forma tocaram para a plateia “Breaking the Law”, “Shout it out loud” e “Heaven and Hell”.
O bis ficou a encargo de “Abyss” e como não poderia deixar de ser “To Hell with The Devil” seguindo de um momento de silencio onde Michael Sweet de mãos dadas com todos da banda fez uma prece em agradecimento aquele momento tão especial, como de costume ao final de cada show da banda.
Depois de ter visto esse espetáculo, o único sentimento que cada um que estava lá era simplesmente do “por que eles não ingressaram no barco antes para podermos ter visto isso duas vezes?”.

Ficou a vontade de querer ver novamente sem dúvida alguma!

Confira mais fotos:
http://www.flickr.com/photos/edulawless/with/6969858573
 
Set List:

Sing Along Song
Loud and Clear
Rock Makes me Roll
Reach Out
Calling on You
Free
More Than a Man
Breaking the law
Shout it Out Loud
Heaven and Hell
All For One
Soldiers Under Command
The Way
Abyss
To Hell With The Devil


Fonte: Rock Express
Compartilhar este post?

11 de mar de 2012

Stryper: Michael Sweet quer a opinião dos fãs, para próximo disco


O vocalista e guitarrista Michael Sweet enviou a seguinte mensagem aos fãs do Stryper: “O que vocês querem ouvir no próximo disco? Rock/Metal direto, sem baladas? Ou uma ou duas mais lentas? Penso que um disco com músicas no estilo de ‘The Writings On The Wall’, ‘Soldiers Under Command’, ‘More Then A Man’, ‘Free’, ‘The Rock That Makes Me Roll and ‘In God We Trust, ‘Rocking The World’, ‘Loud And Clear’ ‘Caught In The Middle’ e ‘God’ seria incrível! Tenho muitas músicas nessa linha”.


Fonte: Van do Halen
Compartilhar este post?

Rodolfo Abrantes: encontro com os Raimundos


Rodolfo Abrantes, ex-vocalista dos RAIMUNDOS, postou uma foto tirada após ele encontrar casualmente com Digão e Canisso no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e no post ele deixou o seguinte comentário: "Velhos amigos, novos tempos. Deus os abençoe".

Fonte: Whiplash
Compartilhar este post?