Mostrando postagens com marcador Crime. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Crime. Mostrar todas as postagens

20 de mai de 2013

As I Lay Dying: comportamento violento causado por esteroides, argumenta defesa de Lambesis


Lambesis, vocalista do AS I LAY DYING retornou à corte na última quarta, 17 de maio, para sua audiência de fiança, relativa ao seu suposto plano de assassinar sua esposa, e mais detalhes do caso foram revelados no processo.

De acordo com o UTSanDiego.com, o advogado de Lambesis, Thomas Warwick, argumentou que seu cliente havia entrado em um mundo de academias e comidas saudáveis, e mais tarde começou a tomar suplementos nutricionais como porta-voz pago destes produtos. Em algum ponto ele começou a tomar esteroides, o que de acordo com seu advogado foi o causador deste comportamento, instigando a trama de assassinato.

Warwick afirma: “Seu processo de raciocínio foi devastadoramente afetado pelo seu uso de esteroides.” Ele adiciona: “Foi uma terrível tragédia. Ele sempre foi um homem muito cuidadoso e gentil [antes dos esteroides], e nós precisamos trazê-lo de volta.” Lambesis, de acordo com relatos, cresceu de 77kg para 100kg e nas palavras de seu advogado “não era a mesma pessoa. Ele estava irritadiço e perdeu Deus.” Um psiquiatra forense foi consultado pela defesa, e afirmou que o vocalista ficou com um comportamento agressivo após o uso dos anabolizantes.

Ainda na quarta feira, Warwick teve sucesso em diminuir a fiança de Lambesis, mas não tanto quanto gostaria. Ele queria US$ 250.000 dos US$ 3 milhões iniciais. O juiz, porém, baixou “apenas” US$ 1 milhão. O advogado falou à corte que mesmo após esta diminuição, seu cliente não conseguiria pagar a quantia.

O músico de 32 anos permanece preso desde o dia 7 de maio, acusado de tentar contratar um assassino para matar sua esposa. O pistoleiro em questão era um policial disfarçado.

A acusação alega que Lambesis contou duas vezes a um homem na academia que queria ver sua esposa morta, então se encontrou com um detetive disfarçado, conhecido como “Red”, e deu ao agente um envelope contendo US$ 1.000 em dinheiro, fotografias de sua esposa e o código de segurança do alarme de sua casa. Ele também contou ao agente sobre as datas em que estaria com os três filhos adotados do casal, criando assim um álibi.

“Quando foi especificamente perguntando se a queria morta, ele disse: ‘Sim, é exatamente o que quero.’” Contou Claudia Grasso, advogada do distrito, ao juiz. “A vítima agora vive encarcerada e aterrorizada.”

Fonte: Whiplash
Compartilhar este post?