Mostrando postagens com marcador Revista. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Revista. Mostrar todas as postagens

19 de jun de 2014

As I Lay Dying: Tim Lambesis revela ser ateu e dizia ser cristão para vender discos..."90% das bandas fingem fé"


Uma banda autocategorizada como sendo de ‘Heavy Metal Cristão’ cujo frontman foi condenado por tentar contratar um pistoleiro para assassinar sua ex-esposa admitiu que vinha enganando seus fãs ao fazê-los acreditar que eles eram cristãos de modo a vender discos.

“Na verdade, eu era ateu”, disse Tim Lambesis, o vocalista e fundador do AS I LAY DYING ao site Alternative Press em uma entrevista recente. “Na verdade, eu não fui o primeiro cara no As I Lay Dying a deixar de ser cristão. Eu acho que fui o terceiro. Os outros dois que continuaram o sendo meio que pararam de falar no assunto, e daí eu acho que eles também largaram de mão também.”

O site ainda apontou para o fato de que sua ex-esposa, Meggan, havia divulgado na papelada do divórcio que Lambesis tinha se tornado ateu. Lambesis, ao admitir seu ateísmo, ressaltou que ele se distanciou do cristianismo tão logo se graduou em estudos religiosos, curso que realizou por meio de um programa de longa distância.

“No processo de tentar defender minha fé, eu comecei a pensar que o outro ponto de vista era mais forte”, ele declarou.

E um pecado levou ao outro, e ele tenta justificar sua renúncia a Cristo como justificativa para suas ações.

“A primeira vez em que chifrei minha esposa, minha interpretação de moral agora me era conveniente”, explicou Lambesis. “Eu me sentia menos culpado se eu decidisse, ‘Bem, o casamento não é uma coisa verdadeira, porque o Cristianismo não é verdadeiro. Deus não existe. Portanto, o casamento é apenas um pedaço de papel idiota do governo.”

Mas ele continuou a declarar que era cristão, assim como os outros da banda, de modo a vender discos para os fãs de música cristã.

“Eu me lembro de um festival cristão quando um jornalista queria que um dos caras da banda desse seu testemunho, e ele ficou paralisado e deixou que um dos caras que ainda eram cristãos respondesse”, conta Lambesis. ”Rimos daquilo depois, mas só ríamos porque foi muito constrangedor.”

“Quando os fãs queriam rezar com a gente depois dos shows, eu ficava tipo, ‘Ah, manda ver, reza! ‘, e eu só deixava eles rezarem. Eu dizia ‘amém’. Se rezar com a minha mão no ombro deles os faz sentir melhor, eu não queria tirar isso deles,” ele continuou. ”Quando eles pediam para que eu rezasse por algo em específico, eu dizia ‘Eu não gosto muito de rezar em voz alta, mas vou pedir por isso no ônibus.”

Ele disse que durante seu tempo com o As I Lay Dying, ele se deu conta que muitas bandas que se declaram cristãs disfarçam suas verdadeiras convicções tal qual ele fazia.

“Excursionamos com mais ‘bandas cristãs’ que na verdade não eram cristãs do que com bandas que de fato o fossem”, afirmou Lambesis. ”Em 12 anos de turnês com o As I Lay Dying, eu diria que talvez uma dentre dez bandas com as quais tocamos eram de fato cristãs.”

À medida que ele continuou a cair em tentação, Lambesis perguntou a um personal trainer da academia onde ele se exercitava se ele conhecia algum matador de aluguel que pudesse matar sua esposa. O vocalista logo foi preso e levado sob custódia da polícia após uma operação onde ele supostamente deu à polícia as instruções e o dinheiro para prosseguir com o homicídio. Ele foi condenado a seis anos de prisão no último mês de março.

Mas foi só recentemente que Lambesis trouxe à tona a verdade sobre seu ateísmo e a fachada que sua banda montou para vender discos.

“Muitos pais cristãos diziam, ‘Sim, você pode comprar esse CD do As I Lay Dying porque eles são uma banda cristã’. Eles nem se dão ao trabalho de conferir as letras”, Lambesis acusa. “Então, quando você muda de opinião, você meio que deve aos fãs essa honestidade.”


Fonte: Whiplash
Compartilhar este post?

26 de mar de 2012

Coração de Herói: dos mesmos produtores de DDG Oficina G3...confira, download gratis


"Banda do ex-guitarrista do Korzus, banda secular muito conhecida e que tocou no último Rock'n Rio. O guitarrista e vocal chama-se Marcelo Soldado, muito conhecido no meio underground secular, participou do disco KZS do Korzus e viajou em turnê internacional com a banda, mas que agora trilha o caminho do Senhor Jesus e para lançar mão ao arado lança um disco muito bom, pesado e sem firulas, e para mostrar que não está para brincadeira, disponibilizou o álbum para download totalmente free. "
Texto: Sergio Antonelo 

"Nossa banda foi formada em JAN 2010 , e o som parceiro ... é pesado! Metal e Hardcore, lado a lado!
Ficamos nos preparando durante 2 anos para este momento .... APOCALIPSE XVIII - A Queda da Babilônia! Se possível, dê uma sacada nesta passagem bíblica, mesmo não sendo parte de sua cultura, e descobrirá uma mensagem codificada em algumas de nossas letras. Afinal, esta é uma banda de combate. Existem forças que estão se aproximando rapidamente dos tronos mundiais, das nossas casas, nossas famílias e amigos!
Quem colar na grade com a gente pode ter a certeza de que vamos querer o melhor para você e oferecer o nosso melhor , tanto em shows, quanto em discos, atenção , brodagem ... esteja onde estiver, seja como for, seja quem for ! Estamos juntos na jornada de vida , pisando no mesmo terreno hostil do mundo atual! Juntos sairemos vitoriosos! Aqui a energia é positiva !
Que nossos shows sejam grandes momentos de confraternização, onde todo mundo possa colar em paz e na adrenalina do moshpit verdadeiro, honesto, todo mundo na grade, cantando as letras, stagedives, circlepits ... o palco é de vocês ... essa banda foi feita para vocês e por vocês!
Voltem seus olhos para o esporte! É um bom primeiro passo para não cair em armadilhas da vida! Se as drogas te causam sofrimento, ouça a UNIDOS PELO SANGUE ! Aqui você jamais será julgado! Fizemos este som para aquele momento ruim e solitário de quem sofre com os vícios. Se ninguém estiver ao seu lado nesta hora .... este som estará! E se você tem algum amigo com este problema, que é sem dúvida um dos mais graves, manda este som pra ele! Pedimos por favor, de coração ! Pode ser que salve uma vida em algum lugar, algum dia !
Missão dada , parceiro ... missão cumprida !!! O disco está aí para vocês !!!
Ajudem-nos a espalhar para tudo quanto é lado !!! A força de vocês é fundamental neste momento tão importante !!!
Enquanto houver um fôlego de vida nesta banda , o sacrifício da Cruz será Honrado ... Agradecemos a Deus pela vida de cada um de vocês , e que toda glória seja Dele ..."

Coração de Herói ...

Download CD Coração de Herói "APOCALIPSE XVIII" album free download 


Baixe o album completo com encarte:

Tamanho: 346 Mb (alta qualidade)
Formato: Wave
Coração de Herói é:

Soldado - Vocal e guitar
Rafa - Bass
Tomatti - Guitar
Paulinho - Drums

Gravado em 2011 no MR Som e Studio pelos produtores Heros Trench e Marcelo Pompeu (Korzus).

Ajude o trampo dos caras, faça uma doaçao e fortaleça ainda + os guerreios!



Fonte: Holy Metal 4Christ 777
Compartilhar este post?

5 de jan de 2012

Antidemon: sem terno e sem gravata, Pastor Carlos da banda Antidemon fala sobre seu ministério

Deus foi mostrando o que queria de um jovem que sonhava em evangelizar tribos indígenas

Quem conhece o pastor Carlos Batista, da banda Antidemon, imagina que se trata de um jovem roqueiro que aceitou a Cristo em sua mocidade e resolveu levar o evangelho para seus antigos amigos. Mas isso não é verdade, Batista nasceu dentro da igreja e nunca se desviou e nem ao menos conhecia o mundo underground até que recebeu o chamado de Deus para trabalhar com essa tribo.

“Deus começou a revelar letras de canções com mensagens muito fortes que falavam explicitamente de que é satanás e suas obras e o grandioso poder de Deus sobre isso”, conta o pastor que tinha na mente fazer missão com tribos indígenas.

“Depois acordava com melodias que jamais havia ouvido, com guitarras distorcidas e vocais guturais… Nunca havia ouvido ou visto nada sobre o Heavy Metal ou qualquer vertente desse estilo”, lembra o hoje vocalista e baixista de uma das maiores bandas de WhiteMetal do Brasil.

Batista conta que sua vida passou por diversas transformações. De empresário ele passou a perder tudo o que tinha e começou a coletar produtos recicláveis para sobreviver e sempre ouvindo de Deus as diretrizes para alcançar um grupo de pessoas do qual ele não fazia parte.

Ao encontrar a Galeria do Rock, no Centro de São Paulo, Carlos Batista entendeu o que Deus queria para a vida dele, pois ali, no meio de góticos, punks e metaleiros ele conheceu rapazes cristãos que faziam parte do ministério Christian Metal Force (CMF). “Naquele momento eu queria contar tudo o que estava acontecendo na minha vida e que eu tinha certeza que Deus os havia colocado na minha frente e agora já podia começar ao lado deles a cumprir o meu chamado”.

Em 1994 surgia então a banda Antidemon que passou a levar o evangelho através de canções e conseguiu salvar a muitos. Mas como a igreja não estava preparada para receber aqueles jovens cabeludos, cheios de piercings e tatuagens, Batista fundou em 2008 a Comunidade Zadoque e hoje está liderando a Crash Church.

Batista explica um pouco de seu ministério: Nossa igreja é um lugar onde todos podem adorar a Deus com bastante liberdade de expressão. E conta também que além dos trabalhos de evangelismo a Crash Church também tem trabalhado nos albergues da cidade convivendo com pessoas humildes, moradores de rua. “Tem sido muito frutífero”, adianta o pastor.

Quebrando estereótipos do meio evangélico

Não é só a aparência do pastor “metaleiro” que choca os evangélicos mais tradicionais, o som de sua banda também incomoda aqueles que insistem em dizer que o rock é do diabo. Mas é com esse estilo que ele e sua banda conseguem entrar em lugares onde os evangélicos tradicionais jamais entrariam.

“Eu acredito que não me pareço um Pastor segundo os conceitos que as Igrejas e pastores em comum esperam. Mas isso não me deixa triste, pelo contrário, mostra e revela a cada dia mais para mim mesmo que estou no caminho certo e que Deus me colocou”.

Hoje Carlos Batista tem certeza de que seu estilo e sua música são na verdade uma arma que Deus lhe deu para encontrar os perdidos. “Meu estilo, meu visual, minha música, são armas importantes que recebi de Deus para entrar nesse meio tão fechado e carente de Deus”.

Citando o que o apóstolo Paulo relata em I Corintios 9:19-23, ele ressalta a palavra Fiz-me porque na verdade ele não era, mas se tornou um metaleiro. “Eu posso parecer um louco cabeludo, tatuado, e para quem olha até um drogado… Mas o que sou é apenas um servo de Deus tentando alcançar algumas pessoas que há tanto tempo nunca foram alcançadas pelo evangelho de Jesus Cristo”.

Conheça mais sobre o ministério do pastor Carlos Batista:

www.myspace.com/antidemonband
www.antidemon.net

Fonte: Gospel Prime
Compartilhar este post?

Testify: resenha da gravação do 1º DVD #Testify5anos


Por Arieane Almeida (fotógrafa e design)

Rolou no último dia 10 de dezembro no espaço Aprisco Church em Feira de Santana na Bahia, show de 5 anos da banda Testify. Pra quem não conhece a banda basta lembrar de Limp Bizkit, P.O.D., e visitar os links dos caras (www.testify.com.br), (twitter.com/bandatestify) e (facebook.com/bandatestify).
Com um pouco de atraso, o show já começou quente, com os caras mandando logo de cara a pesadíssima “olhe pra mim de olhos fechados”, faixa título do primeiro e único CD. Promessa dos caras, veio logo a inédita “ver pra crer” com aceitação total do público presente que ao término do show pediu bis, mostrando que o próximo CD está vindo numa pegada muito mais apurada e mostra a evolução do quinteto baiano, vencedor do Festival Indezone em Brasília em 2010. Na sequência vieram “busca insana” que fala da fuga e o refúgio que as pessoas buscam nas drogas e “semente” mais uma música inédita, cheia de energia e a galera interagindo com as palmas. Logo em seguida os fãs da banda tiveram a primeira surpresa da noite: puderam curtir Thiago Canuto soltando o braço num solo de bateria preparado especialmente para a noite. A galera vibrou muito com o solo, mas o show estava apenas começando. No segundo bloco, veio a música “êxtase”, mais um som dos caras que fala contra as drogas, e nessa música tiveram a participação especial do William Cosmo nos vocais, ele que é pastor do Aprisco Church na cidade de Salvador – BA.
Em seguida foi a vez de “vento norte” música que tem tocado em muitas rádios pelo Brasil e é um verdadeiro hit da banda. Outro hit conhecidíssimo é a música “sarça ardente”que veio em seguida e contou com a participação especial do Luk Camelo, vocal da banda Milhas por Hora do Rio de Janeiro que também tava lá presente pra completar a comemoração. Muito querida por todo mundo que já teve a oportunidade de escutar o cd do grupo, a música “esperar por você” contou com a participação de Gabriel Lopes ou simplesmente Gb, também vocalista da MPH (Milhas por Hora) mostrando que ambas as bandas tem uma parceria muito legal e que mais coisa pode vir por aí. O Gb tem uma voz inconfundível, tendo se encaixado perfeitamente na música “esperar por você”.
Abrindo o bloco final do show, veio “meu aprisco” seguido de “sempre pra frente”, música que tem videoclipe no youtube e é o principal hit do cd. O show parecia memorável, então não poderia faltar “alive” não é isso?
Pois é, e os caras não decepcionaram, mandando esse verdadeiro hino, com o coral de todos os presentes. Após “alive” os caras tocaram “amanha vai ser bem melhor” música que geralmente encerra os shows, e quando todos os presentes imaginaram que era o fim, Testify mais uma vez surpreendeu, tirando do fundo do baú “de costas para o mar” do Rodox, fechando assim esse que foi um show histórico da banda encerrando o ano de 2011 com chave de ouro, deixando a expectativa de que o segundo CD vem com certeza para superar o “Olhe pra mim de olhos fechados”. No final perguntando aos caras fiquei sabendo que esse CD estava planejado para o fim de 2011, mas devido ao tempo e algumas dificuldades, irão começar a gravação em 2012, lançamento esse esperado por todos nós.

Fonte: Divine Rock
Compartilhar este post?

16 de out de 2011

Rodolfo Abrantes: "O Rodolfo dos Raimundos morreu aos 27 anos" - Entrevista para Rolling Stone Brasil


"Não voltaria por valor algum". Essa é a resposta de Rodolfo Abrantes, ex-vocalista dos Raimundos, sobre um possível retorno à banda que ajudou a formar em Brasília no final dos anos 80. Em entrevista à edição de cinco anos da revista "Rolling Stone Brasil", que chega às bancas na sexta-feira (14), o cantor de 39 anos é enfático ao dizer que "o Rodolfo dos Raimundos morreu aos 27 anos", idade que começou a enfrentar uma crise na banda.


A afirmação parece fazer uma alusão ao chamado "Clube dos 27", composto por músicos problemáticos que morreram nesta idade como Kurt Cobain, Jimi Hendrix e, mais recentemente, Amy Winehouse. "Amo os caras [da antiga banda], não tenho problema. Meu caminho é este, minha vida é falar de Jesus", diz ele na entrevista, que agora é missionário da Igreja Bola de Neve de Balneário Camboriú (SC).

Na entrevista, Rodolfo fala sobre a banda, a igreja, suas aspirações e relembra o passado. "Tudo o que sabiam de mim era "Rodolfo dos Raimundos". Parecia que eu era aquilo. Só que eu não era aquilo, eu tinha me tornado aquilo", ele conta sobre a saída da banda, em 2001, cinco meses depois de ele entrar na Igreja. "Eu estava num tribunal sendo acusado de ter traído o rock", recorda o músico, que diz não sentir rancor das pessoas que o criticaram.

A última vez que Rodolfo esteve com os antigos parceiros de Raimundos, conforme ele conta na entrevista, foi em 2007, no velório do pai, em Brasília. O guitarrista, Digão, o baterista, Fred, e o baixista, Canisso, apareceram para oferecer os ombros ao amigo, e desde então não se falaram mais. "O Canisso tocou comigo no Rodox um tempo. A gente sempre se deu muito bem. Não que não me desse bem com os outros, mas parece que o Digão e o Fred ficaram muito magoados".

Enquanto se dedica a ministrar cultos, uma nova formação dos Raimundos segue na estrada com Digão nos vocais, Canisso no baixo, Caio na bateria e Marquinho na guitarra. Em junho deste ano, a banda lançou o CD e DVD ao vivo "Roda Viva".


Fonte: Metal Land
Compartilhar este post?

21 de ago de 2011

Bíblia do Metal: 12 mil cópias no Wacken em inglês e alemão


Finalmente, após anos de trabalho, a Bíblia do Metal encontra-se disponível nas versões em inglês e alemão, e sua primeira disponibilização ao público aconteceu no festival Wacken Open Air na Alemanha, onde mais de 12.000 cópias foram distribuídas.

Mais de 60.000 cópias da versão sueca da Bíblia já foram disponibilizadas desde a sua primeira edição, publicada no ano de 2005. Também está disponível a versõe em holandês.
Segundo um comunicado à imprensa, a Biblía do Metal "é uma edição especial da Bíblia, e além do (Novo Testamento) também apresenta abundância de headbangers que compartilham suas histórias de vida falando sobre o que Deus e a Bíblia significam para eles. A arte, todo o layout, fontes, imagens, etc, das 128 páginas também são feitos em true metal style, que torna a Bíblia final feita para qualquer fã de Metal, mostrando que a Bíblia é um livro legal para as pessoas que curtem música Heavy Metal."
A Bíblia do Metal conta com passagens de grandes músicos do gênero, como Nicko McBrain (Iron Maiden) e Brian Welch (Korn) que assumem serem seguidores do cristianismo.

Confira abaixo os músicos participantes:

Nicko McBrain (Iron Maiden)
Dave Ellefson (Megadeth)
Peter Baltes (Accept)
Brian Welch (Korn)
Michael Sweet (Stryper)
Ted Kirkpatrick (Tourniquet)
Rob Rock
Matthew Smith (Theocracy)
Steve Rowe (Mortification)
Simon "Pilgrim" Rosen (Crimson Moonlight)


Fonte: Whiplash
Compartilhar este post?

26 de mai de 2011

Oficina G3: deu polêmica - Banda foi escolhida para show na Pecuária 2011, mas foi censurada por pastores

As tatuagens, brincos, acessórios, vestuário e as atitudes da banda no palco foram o que levou os pastores a cancelar a apresentação da banda em Goianésia


A tradicional Exposição Agropecuária que é o espaço do agronegócio, indústria e comércio de Goianésia, há anos também se tornou o espaço para o entretenimento de milhares de pessoas e todos os anos a feira recebe grandes atrações musicais que levam diversão ao povo. Além da exposição de animais, máquinas e barracas do comércio do município e de toda a região a festa recebe todos os anos uma agenda recheada com grandes shows musicais; fomento para o agronegócio, indústria e turismo.

Os estilos musicais dos shows são escolhidos pelo Sindicato de acordo com o gosto do povo, exceto as atrações gospel e para agradar a todos a festa reserva dois dias para realizar shows com artistas da música gospel: católicos e evangélicos que são escolhidos pelos líderes religiosos, o que leva centenas de fiéis das igrejas até o parque, proporcionando um espaço democrático para diversão para todos da sociedade.
Recheada de shows com cantores que agradam os jovens, adultos e religiosos, todos os anos a feira oferece à população grandes atrações. Neste ano, por exemplo, Eduardo Costa, Durval e Davi e João Carreiro e Capataz são a garantia de que todos vão ficar satisfeitos com os shows: sertanejo, sertanejo raiz e sertanejo universitário.
As atrações religiosas sempre são escolhidas pelos representantes das igrejas, católicas e evangélicas, mas neste ano uma grande polêmica fez os evangélicos ficarem sem nenhuma atração, isso porque o show escolhido pela maioria foi da banda de rock Oficina G3, mas alguns líderes religiosos que não concordam com o estilo musical da banda acabaram acionando a comissão organizadora da festa e pedindo o cancelamento do show. Jovens que curtem o som da banda, por meio de carta de assinaturas (abaixo assinado), tentaram impedir a ação de alguns dos líderes religiosos, mas foi em vão.
O principal motivo do cancelamento, segundo comentários dentro da sociedade, é de que o líder da maior igreja do município não concorda com o vestuário dos músicos que trazem no corpo tatuagens, brincos e roupas espalhafatosas e outros acessórios que a igreja não concorda por desrespeitar sua doutrina e assim o pastor presidente entende que a presença dos músicos na cidade seria um “mau exemplo” para a juventude da cidade.
Algumas pessoas enviaram mensagens ao Jornal Correio Goiano afirmando que um dos líderes que não concorda com o show da banda na cidade teria afirmado durante culto em sua igreja que se realmente a banda viesse à cidade os fiéis estariam proibidos de visitar a festa, não somente na noite do show, mas a qualquer dia do evento.
Segundo Wilson Portilho - Presidente do Sindicato Rural, realizador da festa, esclareceu o fato e disse que o cancelamento do show não teve nada a ver com o Sindicato que apenas recebeu a opinião dos pastores em cancelar, da mesma maneira que recebeu para contratar antes. “Os pastores é que pediram o cancelamento do show que foi escolhido pela maioria dos religiosos. Já estava em nossa agenda, já estava tudo certo. O show teria um custo de aproximadamente 40 mil reais, mas o mesmo grupo que sugeriu a contratação do show, também pediu o cancelamento, nós somente acatamos”, disse.
Wilson Portilho (Pres. Sindicato Rural)


Fonte: Correio Goiano
Desta maneira, apenas o show católico com a banda JAKE deve acontecer e ainda há possibilidade do cantor Pe. Delton realizar apresentação em Goianésia durante a festa.
Por questões de doutrina de algumas igrejas que participam do grupo que escolhe as atrações musicais para a festa, neste ano de 2011, não há nenhuma atração para os cristãos evangélicos durante os festejos do aniversário da cidade.
Wilson Portilho afirmou que está preocupado com a decisão dos pastores, mas que ele e toda a comissão da festa respeita a opinião e que espera a presença de todos no parque durante a festa.
Compartilhar este post?

23 de mai de 2011

Jeremy Camp: cantor lança livro contando sua história de vida, testemunho e ministério


O cantor e compositor Jeremy Camp agora também é escritor. Jeremy é um dos artistas cristãos mais populares e recentemente esteve no Brasil em uma turnê, e agora está prestes a lançar seu primeiro livro intitulado “I Still Believe“.
O livro fala sobre encontrar esperança e cura mesmo em meio as dificuldades. A trajetória do cantor é contada através de seu testemunho que já inspirou muitas pessoas ao redor do mundo. Além do testemunho o livro aborda fases do ministério de Jeremy Camp e sua paixão em cantar e pregar ao redor do mundo.
O livro ainda não tem previsão de chegar ao Brasil mas pode o primeiro capítulo está disponível clicando no site do cantor.


Fonte: Gospel+
Compartilhar este post?

11 de mai de 2011

Antestor: mudanças no nome do novo álbum




A horda ANTESTOR está atualmente trabalhando nas novas faixas para seu novo álbum. Segundo o líder e vocalista Ronny, o novo CD será mais agressivo, mas com um teor mais forte de influências folclóricas. Um detalhe interessante é que o nome do novo álbum estava cotado para ser Omens. Porém, devido ao lançamento do novo CD do americano A HILL TO DIE UPON estar sendo de mesmo nome, o grupo norueguês terá de mudar o título do álbum. Existe a possibilidade do CD estar sendo lançado pela Bombworks Records. Mas poderá acontecer somente no início de 2012.

Fonte: Extreme Records
Compartilhar este post?

28 de mar de 2011

Interativo: Rhythm Rock Zine - confira a 1ª edição da revista online


Confira no site: www.rhythmrockstore.com/revista

Compartilhar este post?